30 de outubro de 2015

Como preparar os alimentos do bebê

Oi pessoal!Tudo bem?



Veja como preparar alguns tipos de alimentos e garantir mais nutrientes e sabor na alimentação de seu filho

Frutas limpas e sem agrotóxicos

Para preparar os sucos de frutas, o primeiro passo é lavar em água corrente a fruta que será utilizada. Porém, antes disto, na hora de comprá-la, procure um lugar que venda produtos sem agrotóxicos, como alguns varejões e supermercados. Caso tenha dúvidas com relação aos aditivos químicos, lave as frutas (ainda com a casca) com uma escovinha. Depois enxugue-a em um pano de prato limpo. Se você for usar centrífuga, não há necessidade de descascar a fruta ou o legume, como cenoura, tomate e beterraba. Se a opção for liquidificador ou espremedor, você deve tirar a casca da fruta - isso vale também para a laranja. Depois é só coar o suco e servi-lo o mais rápido possível, para evitar que ele fique amargo, escuro e perca vitamina C.

Cozinhe os legumes com as cascas

Os legumes para preparar a papa salgada, sopa e purês também devem ser lavados em água corrente. O melhor é cozinhá-los com casca, com exceção para os que tem casca muito grossa, como mandioca e cará. Além de conservar mais as vitaminas, esse processo permite menos desperdício na hora de retirar a casca, pois basta passar a mão que ela sai totalmente. A quantidade de água também é importante: os alimentos devem ser cozidos com o mínimo de água. O ideal é colocá-los quando a água já estiver fervendo e manter sempre a panela fechada. Se desejar um cozimento mais rápido, use a panela de pressão. Depois basta amassá-los com um garfo.

Reaproveite a água do cozimento

Para aproveitar todas as vitaminas e proteínas dos alimentos, essa água pode ser usada para preparar arroz, feijão, lentilha e macarrão.

Panelas especiais para as verduras

Já as verduras devem ser cozidas no vapor, porém esse método só funciona se você tiver uma panela especial para isso. Caso contrário, você deve cozinhar as verduras da mesma maneira que os legumes - pouca água e panela sempre fechada. Para manter a cor, acrescente uma colher das de chá de suco de limão ou vinagre. Depois de cozidas, amasse com o garfo ou pique em pedaços bem pequenos.

Carnes descongeladas e sem gordura

Até completar um ano de vida, as frituras devem ser evitadas o máximo possível. Por isso, a melhor maneira de preparar a carne e o frango é cozinhando-os. É importante que a carne esteja descongelada e sem gordura. O ideal é cozinhar pedaços não muito grandes, em pouca água e na panela de pressão.

Mais sabor para os alimentos

Para a carne ganhar um sabor especial, forre a panela com pedaços de cenouras, salsinha e cebolas. No entanto, estes ingredientes só servem para dar um toque diferente no prato e não devem ser consumidos pois absorvem toda a gordura da carne.

Um truque para as frituras

Se você preferir dar uma leve fritada na carne, é importante usar pouco óleo e não fritar muito tempo. Caso contrário, ela ficará seca e dura. Mas o melhor mesmo é grelhar a carne.

Os segredos do filé ensopado

Já o peixe deve ser sempre ensopado. O segredo desta forma de cozinhar está no molho. Prepare um copo com caldo de legumes e um pouco de suco de limão. Depois cubra o filé com esse molho e cozinhe por alguns minutos, até que o peixe esteja quase se desfazendo. Se for necessário, acrescente um pouco de água filtrada para completar o cozimento. Tenha certeza de que não há espinhas no peixe.

Utilize os utensílios adequados

Freezer e microondas

Não há problema nenhum em congelar os alimentos no freezer e descongelá-los ou aquecê-los no microondas, desde que o processo seja feito corretamente.
A perda de vitaminas é muito pequena e não chega a comprometer a qualidade nutricional. Os alimentos devem ser congelados em recipientes previamente esterilizados e próprios para o congelamento. Depois de colocar o alimento no recipiente tire o ar - pressionando a tampa para dentro.
Outro cuidado: coloque uma etiqueta especificando os ingredientes da comida e a data do congelamento e procure usar logo. Após o preparo, o ideal é resfriar o alimento o mais rápido possível, para que as bactérias não tenham tempo de se desenvolverem. Para isso, depois de acondicionar a comida, coloque o recipiente dentro de uma vasilha com água gelada e alguns cubos de gelo. Assim que o alimento estiver morno, coloque no freezer.
A forma de descongelar também é importante. Para evitar o risco das bactérias se desenvolverem, o alimento deve ser descongelado no refrigerador, em banho-maria ou no micro-ondas. Mas quando você for usar o micro, fique atenta à temperatura do alimento, visto que o microondas não aquece os alimentos por igual. Por isso, antes de oferecer a comida, é importante que você a mexa e a experimente.
Fonte:http://guiadobebe.uol.com.br/

14 de outubro de 2015

Projeto Itaú-Leia Para Uma Criança

Oi pessoal!Tudo bem?
Hoje vim mostrar para vocês os livrinhos que chegaram para o Jon,do projeto Fundação Itaú Social.

Se quiserem saber mais detalhes não deixem de conferir o vídeo lá no meu canal no YouTube.

Confiram algumas fotinhos:






Confira o vídeo:



7 de outubro de 2015

Kit Baby Dove: Bolsa+Trocador+7 Produtos

Baby Jon apresentando a bolsa da Baby Dove kkkk.

Oi pessoal!Tudo bem?

Estou aqui para falar da comprinha que fiz no site da Panvel Farmácias(uma rede de farmácias que tem aqui no Rio Grande do Sul).
Estava de olho na bolsa da Baby Dove,nela vem um kit com 7 produtinhos da linha mais um trocador portátil. Pois bem...criei coragem e comprei.
Não me arrependi nem um pouco.
No dia em que comprei ela estava custando 125 reais+ frete de 9 reais.Valeu super a pena!
Quem quiser conferir o site da Panvel é só clicar (Aqui)
Ps:Infelizmente o preço subiu. :(
Testei todos os produtos no meu bebê e foram super aprovados!
Gravei 2 vídeos onde eu mostro as comprinhas no dia em que chegou para mim e também gravei uma resenha completa de toda a linha Baby Dove.
Vou deixar o link aqui e as fotinhos dos produtos e da bolsa(que é maravilhosa)é claro!

A bolsa vem nessa embalagem de plástico.
(Se quiser saber mais detalhes sobre ela,confira o vídeo logo abaixo).

Condicionador

Shampoo

Sabonete em barra

Creme para assaduras

Sabonete líquido

Colônia

Loção Hidratante

Trocador portátil



Se quiserem saber mais detalhes de cada produto é só assistir aos vídeos:


Vídeo para apresentar os conteúdos da bolsa.


Vídeo:Minha opinião sobre todos os produtos da linha.


Espero que tenham gostado!



8 de setembro de 2015

Carrinho de Bebê Galzerano


    Principais Características:
  • Suporta até 15 Kg;
  • Capota retrátil e removível;
  • Reversível e reclinável;
  • Cinto de segurança de 5 pontos;
  • Tecido removível e lavável;
  • Alça para facilitar o transporte;
  • Fechamento pantográfico;
  • 4 rodas dianteiras giratórias;
  • 4 rodas traseiras fixas com duplo.

Perfeito para os passeios do dia a dia, Carrinho De Bebê Galzerano conta com fechamento tipo guarda-chuva, o que proporciona mais praticidade, além de ficar ainda mais compacto quando desmontado.

4 de setembro de 2015

Resenha: Lenços Umedecidos

Oi pessoal!Nesse vídeo eu faço resenhas de alguns lenços umedecidos como Piquitucho,AgaBaby,Turma dos Anjinhos Baby,Johnson's Baby e Galinha Pintadinha. Espero que gostem!

30 de agosto de 2015

Aviso para as mamães de plantão!!!

Oi pessoal!Tudo bem?



Hoje vai p/ o YouTube o primeiro vídeo do especial Enxoval do Bebê. Vou dar algumas sugestões/dicas em fotos para as futuras mães que ainda estão na dúvida sobre montar o enxoval.
Primeiro vídeo da série: A Hora do Banho.
Não percam! 

3 de agosto de 2015

Doenças Durante o Outono e o Inverno+Dicas para os Pais

Olá pessoal!Tudo bem?


Crises de rinite, bronquite e outras alergias respiratórias são comuns nesta época do ano. Saiba por que as crianças estão entre as mais afetadas e veja como prevenir o seu filho.

Chega a temporada mais fria do ano e a agenda dos pediatras começa a ficar apertada. Por causa de uma combinação de fatores, o outono e o inverno são estações particularmente difíceis para quem sofre de alergias respiratórias - e as crianças estão cada vez mais sujeitas a esse mal dos tempos modernos. Quem já convive com o problema pode minimizar seus efeitos. Melhor: a ciência vem trabalhando com armas específicas para combatê-lo com cada vez mais precisão.

De acordo com a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai), 30% da população mundial sofre de rinite alérgica e 10% de asma ou bronquite, as alergias respiratórias mais comuns em todo o mundo. "Novos estudos apontam na direção da epigenética, que coloca como responsável pela doença não apenas a herança genética mas também os fatores ambientais", afirma a médica alergista Renata Rodrigues Cocco, da Escola Paulista de Medicina (Unifesp) e do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

Os tais fatores que contribuem para aumentar os casos de alergia têm relação direta com o estilo de vida que levamos hoje. "Passamos de 90% a 98% da nossa vida em ambientes fechados, sendo que quase metade desse tempo no próprio quarto", relata o médico Fábio Morato Castro, presidente da Asbai e professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Quanto mais permanecemos confinados, mais ajudamos os antígenos (substâncias que provocam reações do sistema imunológico, ou seja, alergias) a se aproximar de nós, se multiplicar e nos atacar. Os ácaros, maiores vilões das alergias respiratórias, se alimentam sobretudo de fragmentos da nossa pele, que se depositam ao montes em colchões, travesseiros, sofás e casacos. Exterminá-los completamente não é possível. "O segredo é tornar o ambiente hostil ao ácaro, o que só se consegue com um lugar fácil de limpar", explica o alergista Fábio Castro.

"Mais da metade da eficácia do tratamento tem a ver com a higiene do ambiente físico; o restante se obtém com o arsenal terapêutico", garante a médica alergista Danielle Kierstman Harari, preceptora dos residentes de alergia e imunologia pediátrica na Escola Paulista de Medicina (Unifesp). O tratamento com medicamento passa por diferentes fases: para a crise, usam-se medicações de alívio, como anti-histamínico (antialérgico) e broncodilatador de curta ação. O tratamento anti-inflamatório, com os corticoides tópicos nasais e inalatórios, corre paralelamente e muitas vezes permanece fora dos períodos de crise, como prevenção. Aos que sofrem de dermatite atópica - a "asma" na pele -, hidratantes emolientes indicados pelos médicos e pomadas específicas são as armas mais eficazes.

As vacinas (imunoterapia) funcionam como tratamento coadjuvante em muitos casos de rinite alérgica persistente e, às vezes, de asma. Elas são preparadas em laboratórios que produzem extratos padronizados e somente devem ser prescritas se o paciente possuir o teste alérgico positivo. "Além de acompanhamento médico, o ambiente adequado, alimentação balanceada e a prática regular de exercícios físicos melhora a capacidade pulmonar e fortalece a parte muscular, o que também ajuda a manter a alergia sob controle", afirma Danielle.

Para a empresária Renata Belem Marchetti Moraes, de São Paulo, a batalha contra a alergia vai melhorando ano a ano, mas está longe de ser vencida. O filho dela, André, começou a manifestar sinais na pele nos primeiros meses de vida, e a bronquite veio no primeiro ano. Foram anos de remédios, idas ao hospital e inalação. "Aos 6 anos, André começou a melhorar e hoje, com 10 anos, quase não sofre com crises respiratórias", conta Renata. "Mas alergias de pele e a irritação no nariz continuam e chegam com força junto com o frio." Para a dona de casa paulistana Cristiane Midory Esteves, a mudança na rotina doméstica foi total com as crises severas do caçula, Gabriel, hoje com 5 anos. "Lavo os cobertores quinzenalmente, e a casa toda é limpa sempre com produtos neutros", diz ela. A qualquer sinal de crise, Cristiane coloca Gabriel em repouso e parte para o arsenal de emergência. Muitas vezes, um resfriado de fim de verão, outra "praga" que é complicadora para os alérgicos, acaba levando as crianças ao médico antes do tratamento preventivo, levando os consultórios dos pediatras a bater recordes de lotação todo ano no outono.



Estações do perigo
Por que os alérgicos sofrem durante o outono e o inverno:
1. Inversões térmicas, que aumentam a concentração de poluentes na atmosfera, e variações climáticas em um mesmo dia afetam o sistema respiratório.
2. A queda de folhas de árvores no outono traz mais partículas para os ambientes.
3. Roupas guardadas por muito tempo, gavetas e armários que ficaram fechados... Onde há mofo, há irritação.
4. Uma frente fria súbita faz todo mundo tirar casacos e cobertores que estavam guardados e usá-los sem lavar antes. Crise na certa.
5. Ficar muito tempo em ambientes fechados ajuda na proliferação de ácaros, que se alimentam de fragmentos de pele.
6. A permanência prolongada em locais com menor ventilação facilita o contágio por vírus e agentes alérgenos. A criança que apresenta secreção de rinite, inócua, ao entrar em contato com gotículas de espirro ou tosse de alguém com infecção, tem mais risco de se contaminar.

Quarto saudável
Como ajudar seu filho a sofrer menos com as crises:
Piso
Nada de tapetes ou carpetes. Limpe o chão sempre com pano úmido, nunca com vassouras.
Paredes
Tire as cortinas. Lembre-se de tirar o pó com um pano levemente úmido.
Guarda-roupa
Casacos e roupas de inverno devem ser lavados antes do início do frio, assim como edredons (melhores do que cobertores).
Brinquedos
Quanto menos objetos expostos houver no quarto, melhor para a criança. Evite sobretudo os bichos de pelúcia.
Cama
O colchão deve ser coberto com um capa impermeável, evitando que os ácaros se instalem em seu interior.
Janelas
Deixe a luz do sol e o ar entrarem no quarto o maior tempo possível. Um ditado já diz: "Onde entra o sol, não entra o médico".
Fonte:http://bebe.abril.com.br/

18 de julho de 2015

1 ano do Blog Hoje!!!

Olá pessoal!Tudo bem?


Hoje o blog está fazendo aniversário!!WooHoo!! 1 ano de vida!!
Eu só tenho a agradecer por todos o meus leitores por terem feito o blog crescer a cada dia mais.
Quando decidi criá-lo foi sem pretensão alguma pois só queria compartilhar os meus momentos ao lado do meu filhote e hoje já passamos dos 136 seguidores!
Estou mega,super feliz de verdade por esse crescimento!

Agora vou deixar aqui as matérias mais lidas do blog.
Espero que gostem!

Temas para festas de 1 aninho

O "pai" do meu filho

Indignação

Dica:Como organizar o trocador do bebê



17 de julho de 2015

10 atividades com crianças para dias de chuva

Olá pessoal!Tudo bem?



Em dias chuvosos pode ser bem difícil entreter as crianças. Elas ficam entediadas, enjoam dos brinquedos, videogame, TV e o palco está armado para ficarem agitadas ou brigarem entre si.
Se você já percebeu que não vai poder viajar com as crianças nas próximas férias ou não sabe o que fazer nos fins de semana chuvosos, não se preocupe. Aqui estão algumas sugestões e dicas de atividades para fazer com seus filhos em qualquer dia cinza ou molhado.

  1. Jogos de tabuleiro
    Com certeza esta é a atividade perfeita para dias chuvosos! Certifique-se de que você tenha um estoque de jogos de tabuleiro variados – de estratégia, compras e vendas, quizz e mímicas, por exemplo. Se você tem filhos de diferentes idades, melhor ter à mão opções para todas as fases. E se não tiver nada de reserva, baixe e imprima estas versões do Xadrez do Mickey e o jogo de tabuleiro de Phineas e Ferb.
     
  2. Livros de colorir
    Sim, você pode deixar os dias cinzentos mais coloridos! Uma tarde de pinturas é diversão para todas as idades. Tenha uma variedade de livros de colorir, giz de cera, lápis de cor, tintas e pincéis para garantir uma deliciosa atividade. E se não tiver nada na “livraria” da casa, você pode encontrar opções na internet, como esta versão de Animais e seus habitats.
     
  3. Jogos de cartas
    Tenha em casa um baralho convencional, que rende diversos tipos de brincadeiras.
     
  4. Quebra-cabeça
    Também é bom manter em casa uma variedade de quebra-cabeças para todas as idades, com diferentes níveis de dificuldade. Eles são uma ótima maneira de unir famílias e praticar um pouco de resolução de problemas.
     
  5. Desenho
    Você vai precisar de caderno de desenho ou folhas coloridas. Dê a todos um desenho específico para executar ou faça-os criar as mais excêntricas combinações de animais. Seja criativo!
     
  6. Livros de atividades
    Eles são divertidos e ótimos para treinar o raciocínio: caça-palavras, labirintos, Sudoku, palavras cruzadas, jogo dos sete erros e atividades de ligar os pontos. Quer mais opções? Aproveite este aqui inspirado no filme Aviões.
     
  7. Leitura
    Tempos chuvosos são ótimos para estimular a leitura. Peça para cada criança escolher um livro para ler debaixo de uma cabaninha feita com lençóis ou leia para eles em voz alta com divertidas brincadeiras de sons. Ah! Se não se sentir preparada, confira dicas de especialistas em contação de histórias.
     
  8. Videogames
    A ideia não é passar o dia inteiro em frente à televisão jogando videogame, mas há inúmeros jogos divertidos para a família toda dar várias risadas - e osvideogames têm seu lado bom; olhe só.
     
  9. Maratona de filmes
    Um dia chuvoso é a perfeita oportunidade de mergulhar numa pilha de filmes, fazer pipoca e se aconchegar com os pequenos. Você pode até mesmo ter um tema para o dia: filmes de animais ou aventuras, por exemplo. Siga nossas dicas para organizar uma tarde inspirada em Princesas ou baseada no filme Carros.
     
  10. Artesanato
    Reúna todos aqueles elementos de artesanato e sucatas que você tem em casa e veja o que você pode criar! Limpadores de cachimbo, gliter, cola, palitos de picolé, argila, tinta, rolos de papel higiênico, potinhos de iogurte e restos de tecido: tudo o que você tiver à mão. Eles rendem brinquedos e brincadeiras divertidas.
     
Mas e se a eletricidade acabar?
Não se preocupe! Ainda assim dá para brincar muito! Você pode contar histórias com a ajuda de uma lanterna e o clima ficará ainda mais especial. Juntos, também podem brincar de caça ao tesouro, de adivinhar desenhos e charadas. Por mais tediosos que os dias de chuva possam ser, eles são também ótimas oportunidades de unir a família. Aproveite!
Fonte:http://disneybabble.uol.com.br/ http://dicaspaisefilhos.com.br/

16 de julho de 2015

Saiba o que é House Bed

Olá pessoal!Tudo bem?
Hoje vim mostrar para vocês esse tipo de cama infantil.Se chama House Bed ou Cama Casa.
Trata-se de um colchão no chão e uma construção de madeira em forma de casinha.
Esse estilo de decoração de quarto infantil pode ser usado tanto para menina quanto para menino.
As crianças vão adorar essa novidade! 

Confira alguns estilos de House Beds.









(Imagens da Internet)


Espero que tenham gostado!

15 de julho de 2015

5 APLICATIVOS PARA ENTRETER AS CRIANÇAS

Olá pessoal!Tudo bem?

O mercado de aplicativos para crianças estão cada vez maiores de cheios de opções. Não faltam jogos, personagens, desenhos e muita diversão para os pequenos que vivem conectados.
Segundo um levantamento da Common Sense Media, nos Estados Unidos, cerca de 70% das crianças com menos de oito anos possuem o próprio tablet. O número no Brasil já chega a mais de 50%.
Apesar disso, existe muita discussão sobre os prós e os contras de tanta tecnologia, mas não dá para negar que tais aplicativos são fontes de muita informação e são bem estimulantes para os pequenos.
Vale lembrar que não é bom deixar a criança apenas à frente do tablet e que elas precisam se exercitar e se divertir também “no mundo real”.
Confira cinco sugestões de aplicativos que separamos para você.

  • 1 – TURMA DA GALINHA PINTADINHA

    Sucesso entre os pequenos, os vídeos da Galinha Pintadinha hipnotizam as crianças tanto na TV quanto com seu aplicativo. Na versão para iPhone, por exemplo, o aplicativo possui uma galeria de imagens e alguns quebra-cabeças. Porém, ele não é completamente gratuito. No programa para iOS existem apenas quatro músicas desbloqueadas e para ter acesso as outras é preciso pagar cerca de R$2,20 para cada canção extra. O app é gratuito para iPhone/iPad e Android e é recomendado para todas as idades.
    • 2 – PUZZLE MAGIC

      O aplicativo é ótimo para as crianças apaixonadas por quebra-cabeças. Depois de encaixar todas as peças corretamente, os pequenos podem curtir uma animação com interatividade. O que significa diversão na certa. O programa custa cerca de R$3,50 e só existe na plataforma iOS. Ele é recomendado para crianças de um aninho.
      • 3 – CREATIVE KIDS

        O aplicativo traz o bom e velho hábito de desenhar e pintar. O programa propõe a integração entre o lápis de cor e o iPad. Ele funciona assim: a criança escolhe um entre os muitos quadros pendurados numa mansão. Então, pega uma folha em branco – de verdade – e faz o desenho real (com lápis e canetinhas de verdade, nada virtual). Em seguida, a criança tira uma foto de seu desenho e ele vai parar num salão de exposições. O app está disponível para iPad.
        • 4 – TOCA KITCHEN MONSTERS

          Que tal alimentar monstrinhos divertidos com pratos que a criança vai preparar na hora? Pois essa é a ideia desse aplicativo. Nele, o pequeno pode abrir uma geladeira e escolher os ingredientes corretos para preparar uma bela refeição para o amiguinho. Depois de escolher o alimento, entre carne, tomate, cenoura, entre outros, basta picar tudo, temperar e cozinhar. Quem sabe, desde cedo, seu filho não demonstra ser um verdadeiro Chef? O aplicativo é gratuito na plataforma iPhone/iPad.
          • 5 – POU

            Esse aplicativo traz de volta os saudosos Tamagotchis, bichinhos virtuais dos anos 1990. Nele, as crianças precisam cuidar de uma criatura marrom, dando comida, fazendo brincadeiras, carinho, dando banho, etc. O programa promove a noção de cuidado com o outro e, de quebra, diverte bastante. Gratuíto para Android e iOS, ele é indicado para crianças a partir de três anos.
  • Espero que tenham gostado!
Fonte:http://www.universojatoba.com.br/

13 de julho de 2015

Transição do Berço para Cama

Oi pessoal!Tudo bem?


Na verdade, não tem idade exata e nem uma regra para essa mudança. Poucas mamães se recordam, mas dar a eles autonomia é importante, porém exige cuidados. O principal deles é lembrar que com a troca do berço para a cama, entra em cena o bebê andarilho. Ele terá conquistado a liberdade de ir e vir enquanto todos na casa estão dormindo e isso também tem sua dose de perigo.
É importante que a criança entenda o porquê da troca, caso contrário ela se sente insegura. A saída do berço pode tanto ser algo natural como sofrido para cada criança. O estímulo, a orientação e a conversa aberta, explicando os motivos da troca ajudam nesse caminho.
Quando o berço, ao invés de reter e proteger a criança e passa a ser um obstáculo a ser transposto’, é melhor ficar atento. Essas podem ser ótimas dicas de quando iniciar esse processo, a princípio, baixando as grades do berço e orientando essa criança sobre as formas adequadas e os riscos ao subir e descer, para não se machucar.
  • Mantenha as tomadas protegidas
  •  Se o bebê dorme com a porta do quarto aberta, verifique se as portas dos banheiros e cozinha estão fechadas (particularmente, sou contra deixar a porta fechada).
  •  Se há escadas em sua casa, instale portões de segurança e mantenha-os fechado durante a noite toda. Eles também podem ser colocados no corredor dos quartos para a sala em casas térreas ou apartamentos para restringir acesso à área comum, onde há mais situações de risco.
  •  Janelas e sacadas devem ter telas
  • Verifique se há armários soltos, especialmente os escaláveis.
  • Retire remédios, produtos de limpeza e objetos perigosos de locais acessíveis, lembre-se que ele já sabe arrastar e subir em cadeiras para conseguir o que quer.
  • Proteja portas com espumas ou borrachas para que não se fechem e prendam os dedos da criança.
E quais cuidados você tomou ao passar seu bebê para a caminha e acrescentaria mais alguma dica? Compartilhe

Fonte:http://www.universojatoba.com.br/

5 de julho de 2015

Seu Bebê está Amarelo? Causas e Soluções.

Oi pessoal!Tudo bem?
Hoje vamos falar sobre essa coloração amarelada dos bebês.O que eles andam comendo?Saiba que os alimentos que ele come podem ser os vilões da história.


Confira:

Pais marinheiros de primeira viagem costumam ficar bem assustados quando veem que a pele do bebê está com uma tonalidade mais amarelada ou alaranjada. Calma, não se assuste. Antes de imaginar alguma doença grave, você já parou para pensar que a alteração na cor da pele pode ser consequência da alimentação?
O pediatra e nutrólogo Ary Lopes Cardoso explica que o quadro é mais comum entre bebês com menos de um ano. A mudança no tom se dá devido ao betacaroteno, presente em alimentos, como abóbora, mamão e cenoura.
Você está se perguntando se precisa restringir ou tirar esses alimentos da dieta, não é mesmo? “A mãe pode continuar a dar papinha com esses ingredientes, pois não faz mal à saúde. Se ela ficar incomodada deve parar de dar os alimentos durante cerca de três meses”, diz Cardoso. Após esse período, a coloração natural se reestabelece.
Nessas situações, muitas mães ficam preocupadas com relação ao banho de Sol e em dúvida quanto ao aparecimento de manchas cutâneas. Pode manter a exposição do bebê sem problemas. É importante que a criança entre em contato direto com a luz solar, principalmente no começo da manhã ou no fim da tarde.



Fonte:http://www.universojatoba.com.br/

3 de julho de 2015

Novo Projeto-Ask.fm

Oi pessoal!Tudo bem?
Estou com um novo projeto em mente... \o/
Dessa vez é sobre perguntas e respostas!
Todo final de mês eu farei um vídeo onde responderei as perguntas que me fizerem lá no meu perfil do Ask.Fm. Se vocês tiverem alguma dúvida sobre qualquer assunto relacionado a mim ou a maternidade (ou qualquer tipo de assunto) manda a pergunta lá que eu vou tentar responder. Ok?
Desde já agradeço!