Amamentação

O dilema da amamentação.Tudo o que passamos!


"Quando ainda estava grávida eu pensava que amamentar seria uma das sensações mais maravilhosas que existe e também não via a hora disto acontecer...E quando chegou o grande dia,só confirmei os meus pensamentos.
Era ótimo dar de mamar para o meu bebê,porém eu não sabia o que viria pela frente.
O Jonathan aprendeu a pegar o peito bem rapidinho.Na hora só saia aquela "água" que chamamos de Colostro.No outro dia me surpreendi,o leite bem branquinho já estava descendo.E consequentemente meus peitos estavam estourando.
Baby Jon mamava tranquilo mas não o suficiente.Quanto mais eu dava de mamar,mais os meus seios ficavam doloridos.
No dia seguinte,ainda no hospital,tive que ir para o banco de leite,tirar com uma bombinha.Não pude doar,pois os bicos já estavam sangrando e com pus.
Assim que chegamos em casa tive que pedir para minha mãe uma pomada para passar nas rachaduras,mas não tive melhoras.A cada mamada eu chorava de tanta dor!E minha mãe sempre ensistia para eu dar o peito para ele.
Tive que apelar para o leite artificial.Dei graças a Deus por ele ter pego a mamadeira de primeira.Isto saciou um pouco sua fome,mas não o suficiente.Ainda continuei oferecendo o peito e chorando junto(desesperadamente).
Havia muita pressão da minha mãe e da minha vó,e eu já não agüentava mais!Até que no 12° dia,eu disse que não amamentaria mais meu filho,e que eu estava entrando em depressão!Ameassei até em tomar uns comprimidos para dar um basta na minha vida!Minha mãe e meu pai enlouqueceram quando disse isso e ela prometeu que não me pressionaria mais.
No dia seguinte fui na casa da minha avó paterna e minha tia teve uma longa conversa comigo,me aconselhou e me acalmou...
Disse que quando eu estivesse preparada para amamentar o meu bebê,eu iria fazer.E que não era para eu me sentir culpada,pois fome ele não iria passar de jeito nenhum!Ela conversou com todos da minha família para que parassem de me pressionar e para não tocarem mais nesse assunto.
Então fiquei por uns 10 dias tratando os meus seios.Comprei de tudo um pouco.Fiz várias simpatias...Até que comprei as conchas de amamentação.Elas me ajudaram a formar mais os bicos e também colocava direto a casca da banana e do mamão.Foram um santo remédio!
Hoje um dos seios está totalmente curado,o outro ainda não.Mas felizmente já consigo dar de mamar tranquilamente a hora que o Jon quer.
Por isso eu digo...Não deixe que ninguém fique te pressionando,faça tudo do teu jeito,no teu tempo.Só você sabe o que é melhor para ti e para o teu bebê!"

Um dos momentos mais incríveis entre uma mãe e um filho é a hora da amamentação...